Núcleos do CPERS reforçam pressão contra o pacote junto a prefeitos e vereadores


Na última semana antes da possível convocação extraordinária para a votação do pacote de Eduardo Leite (PSDB), os núcleos do CPERS organizam agendas para dialogar com prefeitos(as), vereadores(as) e lideranças locais sobre os projetos.

A intenção é reforçar a pressão sobre os deputados e seus partidos pela rejeição das propostas, que atacam de forma brutal os educadores(as) e o conjunto dos serviços públicos.

Na manhã desta terça (21), a diretora-geral do 18º Núcleo, Cira Kaufmann, visitou o prefeito de Rio Pardo, Rafael Barros, do PSDB. Barros não poupou críticas às propostas do colega de partido. “Este não é o caminho que ele deveria ter tomado”, disse, reiterando que Eduardo Leite poderia ter buscado outras alternativas para sanar o quadro financeiro.

À tarde, o encontro foi com o prefeito de Vera Cruz, Guido Hoff (PSB). Ontem, a direção do núcleo esteve com o vice-prefeito de Pantano Grande, Ivan Trevisan (MDB).

Nesta quarta (22), data limite para o governador convocar os deputados para votarem a pauta, o 8º Núcleo organiza uma Audiência Pública em Lajeado para debater as consequências do pacote. O evento ocorre no Sindicato da Alimentação (Av. Benjamin Constant, 1606), às 18h30.

Assim que o governo realizar a convocação extraordinária, o CPERS convocará a categoria para a luta em Porto Alegre.

É fundamental que os educadores(as) usem a semana para pressionar políticos em suas regiões e nas redes sociais. O CPERS disponibiliza uma página com os contatos dos deputados para facilitar o diálogo.

Saiba o que ainda está em jogo nos projetos desumanos do governo
A nova proposta de Eduardo Leite: análise do jurídico do CPERS
Nova série de vídeos detalha os ataques do pacote de Leite

Receba notícias do CPERS por whatsapp

Notícias relacionadas