Eduardo Leite extingue mais de 40 mil matrículas na EJA


Enquanto Eduardo Leite (PSDB) propaga aos quatro cantos o discurso mentiroso de que investe no ensino público gaúcho, dados levantados pelo Dieese, a partir de informações do Censo Escolar 2021, constatam que – ao invés de avançar – a educação desanda.

O Rio Grande do Sul é o estado que registrou maior queda no número de matrículas na Educação de Jovens e Adultos (EJA), em 2019, com extinção de 40 mil inscrições, o que corresponde a uma redução de 56%.

Os dados são preocupantes e acendem um alerta sobre o futuro da EJA no RS. Em 2019, havia 71.703 estudantes matriculados em aulas desta modalidade; já, em 2021, o número caiu para 31.552. 

>> Acesse o levantamento completo aqui.

Ao todo, 258 municípios não registram matrículas de EJA através da rede estadual, o que corresponde a 51,9%.

Além disso, 178 cidades (35,8%) não registram matrículas para jovens e adultos nem pela rede estadual e nem pela rede municipal de ensino.

Dos municípios que registravam matrículas na rede estadual em 2019, 40 deixaram de inscrever em 2021; e 14 cidades apontam queda superior a 80% no número de matrículas nas instituições de ensino estaduais.

Tabela 1 – Municípios que em 2021 registraram queda superior a 80% no número de matrículas EJA em comparação com 2019 na rede estadual de ensino Rio Grande do Sul, 2021

Vale destacar que, em 2021, milhares de jovens e adultos(as) padeceram com a espera na homologação de suas matrículas na modalidade. A liberação das mesmas só foi realizada após muita pressão do CPERS e das instituições de ensino.

Os números comprovam que o maior legado que o governador deixa para o Rio Grande do Sul é a destruição da educação pública.

O projeto neoliberal do governo de enxugamento da rede segue a passos largos nos últimos anos, aprofundado à política de fechamento de turmas e escolas, redução do número de matrículas da EJA e desvalorização dos educadores(as), cujo poder de compra foi reduzido para mais da metade da inflação.

O CPERS segue na luta cobrando do governo políticas concretas que valorizem a educação pública gaúcha e os educadores(as). Desde o dia 22, o Sindicato percorre todo o estado com a #CaravanaDaVerdade para desmascarar as mentiras de Eduardo Leite (PSDB).

Leia também

>> Censo Escolar comprova intenção de Eduardo Leite de acabar com os NEEJAs

>> Eduardo Leite aplicou menor percentual em educação nos últimos 12 anos

>> Educação em baixa: RS tem maior queda no número de matrículas na EJA desde 2019

>> Dados do Censo Escolar comprovam o descaso de Eduardo Leite com a educação pública

 

Notícias relacionadas