XXVI Seminário Estadual de Orientação Educacional destaca os desafios da conjuntura atual


Iniciou, na manhã desta quarta-feira (11), o XXVI Seminário Estadual de Orientação Educacional e VII Congresso Brasileiro dos Profissionais de Educação. Realizado no auditório do Palácio da Justiça, em Porto Alegre, o evento, que segue até esta sexta-feira (13) debate a temática Orientar e Educar com Responsabilidade Social: desafios do cenário atual.

Na ocasião, a presidente do CPERS, Helenir Aguiar Schürer, participou da mesa temática Contexto Educacional Brasileiro e Compromisso Social e Cultural dos Profissionais da Educação.

Em sua fala, ela destacou a luta do CPERS pela realização de concurso público para educadores(as), observando a importância de ter profissionais capacitados nas áreas de orientação e supervisão nas escolas. “Precisamos somar forças para exigir que o estado cumpra com o seu dever de ofertar as peças que são fundamentais na escola. Não podemos abrir mão de ter orientadores e supervisores formados na área. A atuação deles pode evitar situações como bullying e violência. Substituí-los por educadores sem a formação específica é um risco muito grande.  Educação não permite enjambre”, observou.

Para ressaltar a importância do papel dos orientadores(as) e supervisores(as), a diretora da UERGS, Rosângela Maria Diel fez uma comparação. “O trabalho destes profissionais é semelhante ao de geólogo, que não se contenta em conhecer apenas o solo, querem conhecer a profundidade. O orientador ajuda o aluno a ser sujeito da sua própria história.”

Nina Ventimiglia Xavier, presidente da Associação dos Supervisores de Educação do Estado do Rio Grande do Sul (Assergs) e diretora da Associação dos Orientadores Educacionais do Rio Grande do Sul (AOERGS), destacou a importância do tema do evento. “É muito importante refletirmos sobre o tema proposto, Educar com Responsabilidade Social, pois não se faz educação com escola mínima. Temos que ter os profissionais do artigo 64 em todas as nossas escolas”, pontuou.

Pela manhã, além do debate, o público acompanhou a apresentação do grupo Poetas Vivos.

À tarde, às 14h, ocorre a mesa temática A  Formação  de Orientadores Educacionais e Professores e as Manifestações da Sexualidade na Infância e na Adolescência no Cotidiano Escolar – parte 1, com a palestrante Graziela Raupp Pereira, orientadora educacional  e pós doutorada.

Às 16h, ocorre o segundo momento da mesa e a abertura para questionamentos do público.

As atividades do dia encerram com a visita à Exposição do Memorial.

A programação completa do evento pode ser conferida aqui.

Notícias relacionadas