CPERS mobiliza escolas de São Marcos e Farroupilha para a luta contra os projetos de Leite


A 1ª vice-presidente do CPERS, Solange Carvalho, e a vice-diretora do núcleo de Caxias, Ana Paula Santos, percorrem escolas da região do 1º núcleo para debater os projetos de Eduardo Leite com educadores(as) e mobilizar a categoria para a greve.

Nesta terça (29), a reunião foi em São Marcos. Na última sexta, as educadoras estiveram em Farroupilha.

Durante os encontros, as dirigentes do CPERS apresentaram para professores(as), funcionários(as) e diretores de outras escolas os projetos de Eduardo Leite, que preveem mudanças no Plano de Carreira do Magistério, alterações no Estatuto dos Servidores (Lei 10.098) e Previdência Estadual.

As medidas incluem o congelamento dos salários de toda a categoria por anos a fio, o extermínio de direitos históricos como as vantagens temporais, ataques à organização sindical e taxação de aposentados(as) que recebem um centavo acima do salário mínimo, sem prever qualquer compensação.

“Leite propõe que paguemos do nosso próprio bolso o Piso do Magistério. Podemos ficar anos com os nossos salários congelados. É revoltante que faça esta proposta quando estamos cinco anos sem reajuste e com os salários atrasados há 46 meses.”, destacou a vice-presidente.

“A partir dos encontros, surgiram propostas de mobilização a serem efetivadas pelos presentes. Muito importante esta postura dos educadores”, avaliou.

 

Quer receber notícias do CPERS via whatasapp? Clique aqui!

Leia mais:

– Série de vídeos detalha os ataques do pacote desumano de Eduardo Leite
– Como o pacote de Leite afeta funcionários de escola, professores e aposentados
– Eduardo Leite quer destruir a carreira e economizar às custas dos educadores
– Nota técnica da assessoria jurídica do CPERS 
– Eduardo Leite quer que os professores paguem o próprio piso
– Pressão nos vereadores: baixe o modelo de moção de repúdio aos projetos
– Direções escolares se mobilizam contra ataques de Eduardo Leite
– Assine a carta das educadoras aposentadas contra os projetos de Eduardo Leite
– Mais de 200 diretores de escola assinam manifesto contra os projetos de Eduardo Leite

Notícias relacionadas