Solidariedade: CPERS e FSP doam agasalhos e alimentos às famílias vitimadas pelas fortes chuvas no RS


Enquanto Eduardo Leite (PSDB) e sua base aliada massacravam os trabalhadores(as), na última terça (20), com a aprovação do projeto de reforma do IPE Saúde (PLC 259), no mesmo dia, o CPERS e a Frente dos Servidores Públicos (FSP) buscavam aliviar o sofrimento daqueles que foram afetados pelas adversidades climáticas, coletando agasalhos e alimentos às famílias vitimadas pelas fortes chuvas no estado.

Um dia após a aprovação do vergonhoso PLC 259, nesta quarta-feira (21), representantes do Sindicato e da FSP entregaram as doações para o Centro de Educação Ambiental (CEA), de Bom Jesus, deixando claro que a empatia e a solidariedade ainda prevalecem – diferente das decisões políticas do governo Leite (PSDB), que não prioriza o bem-estar da população.

Enquanto Eduardo Leite opta por medidas que impactam negativamente o orçamento e a saúde dos trabalhadores, o CPERS e a Frente dos Servidores Públicos fazem diferente, agindo sempre em benefício da coletividade, mesmo quando enfrentamos obstáculos políticos e econômicos”, asseverou a presidente do CPERS, Helenir Aguiar Schürer.

“Estamos aqui para trazer a esperança e o alento para aqueles que mais precisam. Que esse exemplo de solidariedade inspire outros líderes e autoridades a repensarem suas prioridades e a agirem em prol do bem comum”, completou a presidente Helenir.

O CEA é dedicado a promover a capacitação, a organização e a luta pelas liberdades individuais e coletivas, visando a justiça social e a defesa dos direitos fundamentais do ser humano. Além disso, empenha-se em melhorar a qualidade de vida e preservar o meio ambiente dos moradores(as) da Bom Jesus.

Vale destacar que inúmeras famílias da comunidade Bom Jesus foram prejudicadas pelas fortes chuvas que assolaram o Rio Grande do Sul. 

Para a presidente do CEA Bom Jesus, Ana Paula Medeiros, a ação conjunta do CPERS e demais entidades da FSP é fundamental para a  população que está mais vulnerável.

“É por meio de ações concretas, parcerias estratégicas e a dedicação incansável do coletivo que se faz a diferença na vida das pessoas. Acreditamos no poder transformador da educação e da solidariedade e no impacto que elas têm na vida de cada um. Só assim podemos construir uma comunidade mais fortalecida, participativa e solidária”, destacou.

“A atuação solidária da Frente dos Servidores Públicos é verdadeiramente fundamental. Mesmo diante de todas as adversidades e dificuldades que enfrentamos, em que estamos cada vez mais empobrecidos devido à política da atual gestão. É emocionante constatar que mantemos viva a chama da empatia e da solidariedade em relação ao próximo, algo que falta ao nosso governador Eduardo Leite, seu vice Gabriel Souza e seus aliados no governo”, afirmou o secretário-geral do Sindjus, Fabiano Zalazar.

Em meio a tempos difíceis, servidores(as) públicos seguem unidos para oferecer suporte uns aos outros. Essa conexão humana, alimentada pela compaixão e pelo desejo de melhorar a vida daqueles que enfrentam as mesmas dificuldades, é o elo para a luta.

Os representantes sindicais deixaram a sua mensagem para que esta ação, do CPERS e da FSP, seja um exemplo poderoso para que, no mínimo, Eduardo Leite (PSDB) e seus aliados possam aprender a redescobrir o verdadeiro propósito de estar no poder: servir ao povo com empatia, compreensão e generosidade.

Também estavam presentes a secretária-geral do CPERS, Suzana Lauermann, o vice-presidente do Sindsepers, Rogério Viana, o representante do Sintergs, Eder Pereira, além de Sirlei de Souza, coordenadora operacional da CTVP.

 

Notícias relacionadas