Plenárias seguem alertando a categoria sobre a importância de barrar a Reforma da Previdência


Diante das brutais consequências que a Reforma da Previdência proposta pelo governo Bolsonaro pode causar aos(as) trabalhadores(as), de forma mais rígida aos(as) educadores(as), o CPERS está desde o dia 27 de fevereiro realizando plenárias em seus 42 Núcleos. Nesta quarta-feira (27) a comitiva do Sindicato esteve nos Núcleos de Lagoa Vermelha (25º), Camaquã (42º) e Guaporé (3º).

As plenárias têm sido marcadas pela forte participação da categoria, que anseia por informações para compreender melhor os impactos da proposta. Na oportunidade, professores(as) e funcionários(as) de escola também são alertados(as) sobre a pauta salarial da categoria, que será discutida na Assembleia Geral do dia 12 de abril, às 13 horas, na Casa do Gaúcho, em Porto Alegre.

Cada ponto da reforma é abordado pelos advogados da assessoria jurídica do CPERS, representada pelo escritório Buchabqui e Pinheiro Machado. Para a análise dos casos individuais, a orientação é a de que sejam observadas as agendas do jurídico nos Núcleos.

O sistemaa de capitalização estruturado no Chile e que serviu de inspiração para a proposta do governo federal, é usado como exemplo de modelo fracassado, que acabou com a aposentadoria dos chilenos. Hoje, o país é o que registra o maior número de suicídio entre idosos da América Latina. Mais de 90% dos(as) aposentados(as) recebem pensões inferiores a R$ 694, o equivalente a quase metade do salário mínimo do país.

“Se não barrarmos a aprovação desta reforma, seguiremos o mesmo caminho e seremos uma legião de miseráveis. Não vamos nos calar, faremos todo o enfrentamento necessário a este modelo desumano que o governo Bolsonaro quer impor”, afirmou a presidente do CPERS, Helenir Aguiar Schürer.

 

As plenárias seguem até o dia 05 de abril. Confira o calendário e agende-se para participar.

 

28/03:

Bento Gonçalves (12º Núcleo)

14h: Escola Estadual Bento Gonçalves da Silva (Rua Benjamin Constant, 229 – Centro)

Vacaria (30º Núcleo)

14h: Sede do Núcleo (Rua Marechal Floriano, 823)

Pelotas (24º Núcleo)

15h30: Sindicato da Alimentação (Rua Almirante Barroso, 3124)

 

29/03:

Rio Grande (6º Núcleo)

15h30: Auditório IEE Juvenal Miler

Caxias do Sul (1° Núcleo)

17h: Escola Cristóvão Mendoza (Av. Júlio de Castilhos, 347, bairro Cinquentenário)

 

03/04:

Frederico Westphalen (26º Núcleo)

14h: Sede do Núcleo (Rua Miguel Couto, 292)

Cachoeira do Sul (4º Núcleo)

15h: Auditório do Sicredi (Rua Saldanha Marinho, 825)

São Leopoldo (14º Núcleo)

17h: Ginásio do Instituto Estadual de educação Professor Pedro Schneider (Pedrinho). (Rua São Caetano, 616, Centro)

Uruguaiana (21º Núcleo)

17h: Sede do Núcleo (Av. Duque de Caxias, 1542, sala 16)

 

04/04:

Três Passos (27º Núcleo)

13h30: Salão Paroquial Catálico

Alegrete (16º Núcleo)

16h: Salão de Atos Maria Amorim (Instituto Estadual de Educação Oswaldo Aranha. Rua General Sampaio, 535 – Centro)

Porto Alegre (38º Núcleo)

17h30: Salão Tereza Noronha – CPERS (Av. Alberto Bins, 480, 9º andar – Centro)

 

05/04:

Três de Maio (35º Núcleo)

14h: Auditório do Colégio Pacelli (Rua Ginásio Pio XII, 85)

Santa Cruz do Sul (18º Núcleo)

15h30: Sindicato dos Bancários (Rua Sete de Setembro, 489 – Centro)

Porto Alegre (39º Núcleo)

16h30: Salão do CPERS (Av. Alberto Bins, 480, 9º andar – Centro)

Santana do Livramento (23º Núcleo)

17h30: Sala Cultural do Município (Rua dos Andradas, 682 – Centro)

 

 

 

 

 

 

Notícias relacionadas