Guaporé dá início aos Encontros Regionais dos Aposentados


Nesta quarta-feira (02), o 3º Núcleo do CPERS (Guaporé) sediou o primeiro dos nove encontros Regionais dos Aposentados(as), que iniciam hoje e seguem até o dia 27 de novembro. Centenas de educadores(as) de Guaporé, Bento Gonçalves, Soledade e Vacaria lotaram o salão da Sociedade XV de Novembro para acompanhar atividades culturais, palestras e informações repassadas pela assessoria jurídica do Sindicato.

“Nós ficamos muito felizes em ter a oportinidade de sediar este encontro e também oferecer aos nossos aposentados, que ajudaram a construir muito do que temos hoje, momentos de lazer, cultura e confraternização, além de informações importantes”, disse o diretor do 3º Núcleo, Alexandre Zanluchi ao dar as boas vindas ao público.

“Na conjuntura atual em que vivemos, termos os nossos aposentados, que tiveram papel importantíssimo em nas nossas grandes conquistas, presentes aqui hoje, é muito significativo. Em nossos encontros trazemos a poesia, a dança e a cultura, mas também destacamos a importância da luta. As atividades ervem para nos distrair, nos alegrar, mas também para nos dar coragem para fazermos as mobilizações necessárias por respeito aos nossos direitos”, frisou a diretora do Departamento dos(as) Aposentados(as) do CPERS, Glaci Weber.

A diretora do Departamento de Cultura do Sindicato, Alda Bastos Souza, destacou a importância das atividades culturais aos(as) aposentados(as) e a importância desta parcela da categoria. “Nos honra muito disponibilizarmos encontros como esse aos nossos colegas aposentados(as) que tanto contribuíram e contribuem nas ações que realizamos para impedir que os ataques dos governos avancem”.

Logo após, a professora Bertolina Emília Miotto declamou a poesia Ao professor Aposentado, de autoria da educadora Cecília Pagnoncelli Rodrigues Pereira, e que integra o livro Maturidade em Belos Versos. A obra reúne mais de 60 poesias de autoria dos aposentados sócios do Sindicato.

Na seqüência, as educadoras Maria Ieda dos Santos e Maria Helena Gonçalves Pinto, do grupo As Poetisas, de Soledade, declamaram a poesia Somos todos e todas Poetas.

O badalo da sineta em frente ao Palácio Piratini representa o choro de milhares de educadores(as)

Rosane Zan, diretora do Departamento de Educação do CPERS falou sobre a importância das ações do sindicato diante da conjuntura política atual.

Ela ressaltou que na última assembleia geral do CPERS, realizada no dia 27, foi aprovado que se o governador Eduardo Leite enviar para a Assembleia Legislativa uma proposta para alterar o plano de carreira ou a previdência da categoria, em 72 horas a categoria deflagrará uma forte greve.

“Hoje já saiu na imprensa que o governo pretende sim alterar o nosso plano. Nós vamos dizer ao governo que não aceitaremos, de forma alguma, a retirada de nenhum direito. Temos certeza que vocês estarão lado a lado engrossando as fileiras da nossa resistência”, frisou Rosane, que lembrou de outra importante decisão da Assembleia, a realização de um ato estadual no dia do professor, 15 de outubro, com a inauguração de um acampamento na Praça da Matriz destacando a exigência do reajuste salarial.

“O badalo da sineta em frente ao Palácio Piratini contém um choro, o choro de milhares de educadores que não suportam mais tantos ataques e a situação de miserabilidade a que estão sendo submetidos”, frisou.

Dando seqüência as atividades, a terapeuta holística, Neusa Maria Zanela, falou sobre Cura e Magia com Ervas. Em seguida, os(as) aposentados(as) acompanharam a apresentação do Coral KantArt, de Guaporé, que encerrou as atividades da manhã.

O advogado Marcelo Fagundes, da assessoria jurídica do CPERS, representada pelo escritório Buchabqui e Pinheiro Machado, explicou sobre as perdas salariais da categoria. “Seria necessário um reajuste de 28,78% só para que vocês voltassem a ter o mesmo poder de compra de 2014”, disse.

Catira foi o estio de dança apresentado no Encontro

Um dos momentos mais empolgantes do Encontro foi a apresentação dos quatro grupos de dança, representando cada núcleo participante do Encontro, no Desafio das Danças Folclóricas do Brasil. Os ritmos foram definidos através de sorteio. Ao 3º Núcleo coube a apresentação do estilo Catira, dança em que o ritmo musical é marcado pela batida dos pés e mãos dos dançarinos.

O grupo escolhido para representar o 3º Núcleo no Encontro Estadual dos(as) Aposentados(as), que ocorre em abril do próximo ano, foi o das aposentadas de Guaporé.

Após o Desafio de Danças, a orientadora educacional Rosani Quevedo ministrou a palestra Auto estima nas Nuances da Vida.

Para encerrar o dia, que iniciou e encerrou com alegria, houve a apresentação do coral do 12º Núcleo – Bento Gonçalves.

O próximo encontro dos(as) aposentados(as) ocorre no dia nove, em Ijuí.

Confira a agenda completa:

09/10: Ijuí (Ijuí, Cruz alta, Palmeira das Missões e Santo Ângelo)

Dança: Frevo

16/10: Erechim (Erechim, Lagoa Vermelha, Passo Fundo e Carazinho)

Daça: Xaxado

23/10: Cachoeira do Sul (Cachoeira do Sul, Santa Cruz do Sul, Santa Maria, São Gabriel e Santana do Livramento)

Dança: Carimbó

30/10: Pelotas (Pelotas, Rio Grande, Camaquã e Bagé)

Dança: Bumba meu Boi

12/11: Caxias do Sul (Caxias do Sul, Estrela, Montenegro, Taquara e São Leopoldo)

Dança: Danças Tradicionais do RS

13/11: Três de Maio (Três de Maio, Três Passos, Frederico Westphalen, Cerro Largo e santa Rosa)

Dança: Fandango Gaúcho

20/11: 38º e 39º Porto Alegre (Porto Alegre, Gravataí, Osório, Canoas e Guaíba)

Dança: Maracatú

27/11: Santiago (Santiago, Uruguaiana, São Borja e São Luiz Gonzaga)

Dança: Samba ou Roda de Samba

 

Notícias relacionadas