Estado tem arrecadação recorde do ICMS, mas segue sem pagar em dia


Enquanto educadores(as) amargam 38 meses de salários atrasados e parcelados – e quatro anos sem reajuste -, a arrecadação do Rio Grande do Sul bate recordes.

O ICMS, principal item da receita tributária, cresceu 8,99% em 2018, totalizando R$ 34,8 bilhões, acréscimo de mais de R$ 2,8 bilhões sobre o ano anterior.

O crescimento também foi 5,38% superior à inflação e o total arrecadado superou a previsão orçamentária do ano em mais de R$ 2,2 bilhões.

Os dados são do Dieese, com base no portal da transparência da Secretaria da Fazenda.

O Rio Grande do Sul é a 4ª maior economia do país e paga o 2º pior salário de ingresso para professores(as) entre todos os estados da federação.

Onde está o dinheiro?

Confira os dados do Dieese.

Notícias relacionadas