Escolas de Uruguaiana expõem trabalhos singulares na 5ª Mostra Pedagógica do CPERS


Nesta quarta-feira (8), o município de Uruguaiana (21º Núcleo) recebeu a 5ª Mostra Pedagógica do CPERS, que vem encerrando suas etapas regionais. Dez projetos desenvolvidos por cinco escolas da região preencheram a sede do núcleo com pesquisas nas áreas de biologia e sociologia

A tesoureira do CPERS, Rosane Zan, que tem viajado por todo Rio Grande do Sul acompanhando a feira, mencionou o quanto a escola pública dá retorno aos filhos e filhas de trabalhadores(as) e o quanto o Sindicato trabalha pela valorização dessas instituições. “Esse é o papel do CPERS: cada vez mais lutar pela qualidade da educação pública”, reiterou.

Diretora do Departamento de Aposentados(as) do CPERS e conterrânea da cidade fronteiriça, Glaci Weber ressaltou que o estado precisa que alunos(as) e professores(as) tragam a público o que são capazes de fazer. “Nós, aposentados, estamos apostando as nossas fichas em vocês. Sejam criadores e não comandados”, aconselhou.    

Escola pública é potência

Com o intuito de oferecer possibilidades de economia e de renda para seus estudantes, a professora Glades Morin, criou o trabalho “Sabão Sustentável” com alunos(as) da EEEM Uruguaiana. “Como nós temos diversos alunos carentes, eu achei muito importante desenvolver esse projeto, porque é um produto super econômico. Eles vão usar somente óleo, soda e detergente e assim já se faz o sabão ou sabonete”, explica. 

Além de iniciativas que revelam a consciência ambiental de educadores(as) e educandos(as), com frequência, a Mostra Pedagógica do Sindicato elucida a preocupação da comunidade escolar em pautar a sociedade com assuntos urgentes, como a violência de gênero.

O projeto “A Favor Delas!”, executado por estudantes do Instituto Estadual Romaguera Corrêa, tratou de produzir um videodocumentário que, a partir de três entrevistas, busca auxiliar na identificação de situações de violência contra a mulher e realizar um trabalho de conscientização sobre a problemática. “A gente entrevistou toda rede que atende a mulher vítima de violência aqui na cidade, desde a Delegacia da Mulher, o Centro de Referência de Atendimento à Mulher até a Patrulha Maria da Penha”, explicou o aluno Murilo Flores.

A diretora geral do 21º Núcleo, Zilá Teresinha Fidel, também esteve presente no evento. 

Elton Machado, Maria Tereza Lunardini e Felipe Carvalho escolheram quais projetos seguirão para a etapa estadual da 5ª Mostra, que acontece no dia 28 de novembro, na Praça da Alfândega, em Porto Alegre. O encontro, que irá celebrar a potência da escola pública, será aberto ao público. Participe!

>> Veja as iniciativas selecionadas:

Categoria: Ensino Médio 

1° lugar: 

Projeto: A favor delas! 

Escola: CE Romaguera Corrêa 

2° lugar: 

Projeto: Uso tradicional de plantas medicinais para cura de doenças na comunidade de Uruguaiana 

Escola: EEEM Dr. João Fagundes 

Categoria: Ensino Fundamental – Anos finais 

1° lugar: 

Projeto: Horta DH e um espaço sustentável 

Escola: EEEM Dom Hermeto 

Categoria: Ensino Fundamental – Anos Finais

2° lugar:

Projeto: Me aceita como sou 

Escola: EEEM Rom Hermeto 

Categoria: Ensino Fundamental – Séries Finais

   


Notícias relacionadas