Educadoras(es) fortalecem as manifestações pelo Dia da Mulher em diversas regiões do Estado


Conforme deliberado no Conselho Geral do CPERS, realizado no dia 15 de fevereiro, educadoras(es) de diversos núcleos do Sindicato participaram das mobilizações pelo Dia de Luta das Mulheres, em suas regiões. As ações realizadas tiveram como centro dos debates a luta pelos direitos das mulheres, o número crescente de feminicídios e o repúdio à proposta de reforma da previdência apresentada pelo governo Bolsonaro.

Em Cerro Largo, as atividades iniciaram às 8h30 com o encontro de centenas de educadoras(es), representantes de sindicatos, de movimentos sociais e centrais sindicais, no CTG da cidade.

Em Pelotas, a programação iniciou ainda pela manhã e contou com feira ecológica das mulheres do MST, ensaio de batucada, roda de conversa, produção de camisetas, lenços e stencil e ato público no final da tarde. Também houve homenagem, na Câmara de Vereadores, à professora Maria Antonieta Dall’ igna, que dirigiu o 24° núcleo do CPERS de 1987 a 1990 e palestra sobre as consequências da reforma da previdência, chamada pela Frente Brasil Popular – FBP.

Representantes do 30º Núcleo – Vacaria participaram das atividades do Dia da Mulher no Mercado Público da cidade.

No 35º Núcleo – Três de Maio, as(os) educadoras(es) somaram-se a luta das mulheres dos sindicatos rurais, em Santa Rosa.

O 14° Núcleo – São Leopoldo uniu-se a Caminhada das Mulheres Agricultoras contra a reforma da previdência e por saúde, realizada em Bom Princípio, no Vale do Caí. As(os) educadores(as) também somaram-se ao ato contra a reforma da previdência, organizado pelo Sindicato dos Professores Municipais de Novo Hamburgo – SINDPROFNH, em Novo Hamburgo.

Em Santa Cruz – 18º Núcleo, as(os) educadores(as) participaram do I Dia Unificado de Luta das Mulheres, que contou com caminhada até a praça Getúlio Vargas e apresentações culturais.

No 25º Núcleo – Lagoa Vermelha, foi realizado ato em frente a agência do Banrisul.

Em Santana do Livramento – 23º Núcleo ocorreu forte mobilização na Praça Internacional.

No 6º Núlceo – Rio Grande, após atividades que chamaram a atenção da população sobre a luta das mulheres foi realizada uma caminhada luminosa que contou com a participação de centenas de educadoras(es).

Em Porto Alegre, a mobilização iniciou cedo no Largo Glênio Peres, às 6h. No local houve a comercialização de produtos da agricultura familiar, debates com diversos representantes de movimentos e sindicatos, além de apresentações artísticas. A vice-presidente do CPERS, Solange Carvalho, uniu-se a mobilização logo após realizar a reunião do Coletivo de Gênero e Diversidade, que coordena, na sede do CPERS.

A partir das 17h30, ocorre o ato pela Vida das Mulheres Trabalhadoras com concentração na Esquina Democrática.

Porto Alegre

Nova Palma

Cerro Largo

Pelotas

Vacaria

Três de Maio

São Leopoldo

Novo Hamburgo

Lagoa Vermelha

Santana do Livramento

 

Notícias relacionadas