CPERS une-se a ato em repúdio ao atraso dos salários de servidores das Fundações Estaduais


Hoje pela manhã, a presidente do CPERS, Helenir Aguiar Schürer, e diretores do Sindicato uniram-se a entidades representantes dos servidores públicos estaduais como Fessergs, Semapi, Ugeirm, União Gaúcha e Sinpro, em frente Palácio Piratini, para reivindicar o pagamento dos salários dos servidores que atuam nas Fundações Estaduais, que está em atraso. Quase 7 mil funcionários deveriam ter recebido, ainda ontem, os salários referentes ao mês de maio.
Os representantes foram recebidos pelo sub chefe jurídico da Casa Civil, José Guilherme Kilemann, ao qual entregaram um oficio de repúdio ao não pagamento dos servidores.
Na ocasião, Helenir relatou que o CPERS é solidário aos colegas das fundações e ressaltou que a categoria está atenta ao Pacote de Medidas lançado hoje pelo governo. “Não admitiremos que nos retirem nenhum direito. O governo, ao invés de estar apresentando pacotes com medidas de corte, deve apresentar projetos para atrair recursos para o Estado”, salientou.
Durante a tarde o CPERS seguiu com as demais entidades para a Secretaria da Fazenda, onde entregaram o oficio ao secretário adjunto da Fazenda estadual, Luiz Antônio Bins.

 

Notícias relacionadas