CPERS repudia a agressão de policial contra uma mulher em Santa Vitória do Palmar


O CPERS Sindicato, por meio do seu Departamento de Gênero e Diversidade, repudia a agressão de um policial contra uma mulher no município de Santa Vitória do Palmar. O caso ocorreu em abril, mas só teve repercussão nos últimos dias, após a divulgação de um vídeo que mostra a ação dos policiais.

As imagens, compartilhadas em redes sociais, mostram a mulher sendo agredida com um tapa no rosto por um policial militar (PM).

De acordo com informações constantes do Boletim de Ocorrência, o grupo saía de uma festa quando os jovens foram abordados e começaram a ser xingados por dois PMs, ocasião em que um deles acaba desferindo um tapa em uma das pessoas, uma jovem de 24 anos.

O 6º Batalhão da Polícia Militar, que atende a região, emitiu nota afirmando que investiga os fatos e que os policiais envolvidos na abordagem — que não tiveram os nomes divulgados — foram afastados do policiamento ostensivo.

Já é passada a hora da Polícia Militar oferecer em seus cursos de formação, um treinamento que capacite os agentes de segurança para lidar com questões relativas a abordagens violentas e constrangedoras. Essa prática precisa acabar!

Notícias relacionadas