Conselho do IPERGS aprova Moção de Contrariedade apresentada pelo CPERS


Diante da publicação de edital de contratação de empresa de plano de saúde privada por parte do Tribunal de Justiça do RS, com abrangência para os seus magistrados e servidores, o que gerará a exclusão de milhares de servidores do Plano de Saúde do IPERGS e tendo como consequências maiores dificuldades para a manutenção do Plano público,  os representantes do CPERS que integram o Conselho Deliberativo do Instituto, Antônio Alberto Andreazza e Vera Maria Lessês, apresentaram nesta quarta-feira (29), uma Moção de Contrariedade, durante a reunião do Conselho.  A Moção foi aprovada pelo Conselho Deliberativo do IPERGS.

Moção de Contrariedade:
O Conselho Deliberativo do IPERGS manifesta a sua contrariedade com a intenção do Tribunal de Justiça em instituir Plano de Saúde próprio para os seus servidores e magistrados e as consequências que isso poderá gerar ao Plano de Saúde do IPE. 

Notícias relacionadas