Após pressão do CPERS e entidades, Banrisul suspenderá consignados por até 90 dias


O Banrisul anunciou, neste domingo (12), que vai prorrogar operações de crédito consignado contratadas pelo funcionalismo estadual.

A decisão se segue ao pedidos realizado inicialmente pelo CPERS e, após, em conjunto com as entidades da Frente de Servidores Públicos (FSP) à instituição, como forma de atenuar a pressão financeira diante da crise desencadeada pela pandemia.

▶ Leia a íntegra do requerimento do CPERS, enviado no dia 6 de abril

Em nota, o banco informa que optou por ser “solidário ao momento difícil que a sociedade está enfrentando”.

Detalhes da prorrogação de até três parcelas serão apresentados nos próximos dias.

▶ Saiba como receber notícias do CPERS por whatsapp

No comunicado, o Banrisul informa que “ainda está definindo a melhor forma de sistematizar a operacionalização e divulgará amplamente a data a partir da qual estará disponível essa solução, bem como os canais de solicitação para os servidores interessados”.

O pedido do CPERS considerou a necessidade de arcar com gastos mais elevados durante a quarentena, incluindo despesas com a saúde e o sustento de familiares acossados pelo desemprego.

Anos de salários congelados e parcelados e, mais recentemente, o corte de ponto da greve, levaram grande parte da categoria a contrair sucessivos endividamentos, já que muitos são obrigados a “comprar” a própria remuneração com juros no início de cada mês.

Notícias relacionadas