Seduc confirma: não há orientação para penalizar educadores que realizam paralisações


Em reunião nesta quarta-feira (5) com a direção Central do CPERS, a secretária-adjunta da Seduc, Ivana Flores, foi enfática ao confirmar que não há orientação para que as CREs punam educadores(as) que participam de paralisações, greves e atividades sindicais.

Em maio, questionado sobre casos de ameaças a educadores(as) por parte das CREs, o secretário Faisal Karam já havia informado que não há uma política nesse sentido.

Educadores(as) que receberem informação diferente das CREs da sua região devem informar o CPERS para que o Sindicato notifique a Seduc.

Para denunciar assédio por parte das coordenadorias, envie um e-mail para secgeral@cpers.org.br com o nome da sua escola, data da paralisação ou atividade sindical e identificação da CRE.

Notícias relacionadas