Repúdio ao colunista Omar Luz pelos ataques desrespeitosos e ignorantes aos trabalhadores da educação


O Conselho Geral do CPERS manifesta repúdio contra a coluna de Omar Luz, publicada no dia 26 de fevereiro no Jornal O Momento, de Osório.

Na coluna, Omar insinua que os professores(as) “não querem voltar às salas de aulas” e defende a volta das aulas presenciais durante a pandemia.

Ao contrário do que afirma o texto, os educadores(as) gaúchos(as) nunca trabalharam tanto e desde o início da pandemia se desdobram no atendimento remoto dos alunos e alunas, mesmo com salários cortados e defasados, para garantir o direito à educação de todos.

O descaso e a falta de organização do governo para garantir a segurança e acesso dos estudantes ao ensino não foram citados na coluna.

No cenário atual, com UTIs lotadas, contaminação recorde, novas variantes circulando no estado e o avanço da Covid-19 entre jovens e crianças, não existe a menor possibilidade de retomar as aulas presenciais.

Omar é mais um dos apologistas da morte que incitam a violência contra os educadores(as) e fazem coro ao genocídio em curso no país, apelando ao negacionismo e desrespeitando a vida.

O CPERS ressalta, queremos voltar, mas com vacina e segurança. Para educar, é preciso ter saúde.

Notícias relacionadas