Na pressão: núcleo de São Leopoldo cobra apoio de prefeitos contra a reabertura das escolas


“Nós, da comunidade escolar, conhecemos a realidade. Não há condições para um retorno seguro. Anos de descaso deixaram a escola pública despreparada para enfrentar esta guerra sanitária”

O 14º Núcleo do CPERS enviou aos prefeitos dos 27 municípios da região ofício cobrando um posicionamento contra o retorno das aulas presenciais na rede estadual. 

O documento elenca oito requisitos para a retomada das aulas, que incluem consulta prévia e debate com a comunidade escolar, fixação de novo calendário baseado na diminuição das curvas de mortalidade e contágio, testagem em massa, disponibilização de vacina e EPIs.

>> Receba notícias do CPERS por Whatsapp

Na manhã desta terça-feira (6), o núcleo protocolou o pedido junto à prefeitura de São Leopoldo, sendo recebido pelo Secretário Municipal de Educação, Prof Ricardo Fernandes da Luz.

A direção do núcleo deixou claro que não há a menor condição para o retorno das aulas presenciais. Faltam profissionais, faltam recursos físicos e financeiros, faltam equipamentos de proteção, falta organização e capacidade de gestão.

O último Conselho Geral do CPERS deliberou por articular a resistência com prefeitos(as), vereadores(as) e deputados(as) pelo não retorno.

Além da importância da mobilização da comunidade escolar, conclamamos a sociedade a se manifestar em todos os espaços possíveis.

>> Baixe o modelo de Ofício a ser enviado aos prefeitos, vereadores ou candidatos da sua cidade. Clique aqui para baixar.

>> Leia a Carta ao Povo Gaúcho em Defesa da Vida

>> Mobilize-se para a Assembleia Geral Extraordinária do CPERS

Notícias relacionadas