MST completa 40 anos de história com luta e resistência pela Reforma Agrária e transformação social


VIVA O MST! O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) celebra 40 anos de uma história marcada por lutas em prol da terra, reforma agrária e transformação social.

Presente em 24 estados, o movimento reúne atualmente 400 mil famílias assentadas e aproximadamente 70 mil acampadas. Nas áreas de atuação, destaca-se pela organização de mais de 1,9 mil associações, 185 cooperativas e 120 agroindústrias dedicadas à produção e comercialização, sempre em busca da concretização da Reforma Agrária Popular.

Em escala nacional, o MST estabelece pelo menos 15 cadeias produtivas fundamentais, impulsionando a comercialização de mais de 1,7 mil itens em feiras, armazéns do campo e supermercados. Esses produtos são distribuídos em escolas públicas, hospitais e nas ações solidárias promovidas pelo Movimento. Tendo a solidariedade como princípio desde sua fundação, o MST foi responsável pela doação de 9,8 mil toneladas de alimentos e 2,7 milhões de marmitas em todo o país durante a pandemia da covid-19.

No contexto da solidariedade internacionalista, nos últimos meses, o movimento já destinou mais de 13 toneladas de alimentos às vítimas da crise humanitária na Faixa de Gaza, visando ainda alcançar um total de 100 toneladas em doações. Em resposta à crise ambiental global nos últimos quatro anos, o MST plantou mais de 25 milhões de árvores e implementou diversas ações em prol do meio ambiente, resultando em uma área plantada equivalente a 22 mil campos de futebol.

Além disso, o Movimento é consolidado há mais de dez anos como maior produtor de arroz orgânico da América Latina, de acordo com dados do Instituto Riograndense de Arroz (Irga). Para se ter ideia, na safra de 2022/2023, a estimativa foi de mais de 16 mil toneladas de arroz colhidas, em uma área de 3,2 mil hectares. Essa produção envolve mais de 350 famílias e sete cooperativas, voltadas à Cooperativa Terra Livre, em 22 assentamentos que estão localizados em nove municípios das regiões Metropolitana, Sul, Centro Sul e Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul.

Notícias relacionadas