Grupo de professores da Região Metropolitana registra BO contra o parcelamento de salários


Na tarde desta quinta-feira, dia 03, um grupo de aproximadamente 40 educadores dirigiram-se à 1ª Delegacia de Polícia de Gravataí para registrar Boletim de Ocorrência contra o parcelamento de salários, imposto pelo nono mês pelo governo Sartori (PMDB). A ação ocorreu simultaneamente nos municípios de Alvorada e Viamão, os quais integram o 22º Núcleo – Gravataí.
Após a realização de uma plenária que reuniu diversos professores e funcionários de escola na sede do Núcleo, na última segunda-feira, dia 31, os educadores decidiram denunciar, através do registro do BO, o desrespeito do governador contra os educadores.
A cada dia, desde o anúncio do parcelamento, cresce o número de educadores que estão registrando a denúncia contra o governo, através de Boletim de Ocorrência.
O CPERS orienta aos educadores a fazerem um BO na delegacia de sua região, denunciando que a falta do pagamento em dia e de forma integral impede que os professores e funcionários de escola possam se deslocar até o trabalho, pois falta dinheiro para as passagens, bem como de honrar com seus compromissos financeiros que garantem o sustento da família. Além disso, a realização do BO ajuda a fortalecer a denúncia de crime de responsabilidade, por descumprir ordem judicial, que sustenta o pedido de impeachment do governador Sartori, protocolado pelo Sindicato.

boletim-de-cocorrencia

 

Notícias relacionadas