CPERS participa do Seminário Escola de Desprincesamento para uma Educação sem Machismo


img_9996

Na tarde desta quinta-feira (23) a Procuradoria da Mulher da Assembleia Legislativa promoveu o Seminário “Escola de Desprincesamento – Formando Educadores, Educadoras e Estudantes para uma Escola Sem Machismo”. “Na escola temos o melhor lugar para construir e falar, porque ali estão formando-se os cidadãos. As educadoras são as responsáveis para fazer a desconstrução de qualquer tipo de preconceito” afirmou a deputada Manuela d Ávila, que dirigiu o seminário.
Mulheres, educadoras, estudantes e trabalhadoras de diversas áreas lotaram o auditório Dante Barone, na Assembleia Legislativa. O evento que teve apoio do CPERS, contou com a participação da vice-presidente do Sindicato, Solange Carvalho e da diretora do Departamento de Gênero e Diversidade, Íris de Carvalho.
O primeiro painel, intitulado Experiências Atuais de uma Educação sem Machismo, foi composto pela representante da ONU Mulheres Amanda Lemos; as militantes da Organização Não Governamental Plan Brasil Bárbara Barboza e Polyanna Magalhães e as professoras Daniela Pavani e Nara Bigolin, participantes do projeto Meninas na Ciência, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
O segundo painel “A Educação não Sexista como Base para a Equidade entre Homens e Mulheres” foi ministrado pela escritora Clara Averbuck, também participam a professora da UFRGS Jane Felipe Souza, a educadora e terapeuta sexual Lisiara Rocha e a prefeita de Cristal, Fabia Richter.
O objetivo é que educadoras e estudantes, após o encontro disseminem o aprendizado através de aulas e oficinas que abordem temas como as desigualdades de gênero e o machismo, com o propósito de desconstruir estereótipos e promover a equidade no ambiente de ensino.

img_9992

Notícias relacionadas