Assembleia adia votação e contratados devem realizar outro ato na próxima terça


Nesta terça-feira (10), pela segunda semana consecutiva, contratados(as) de todo o estado marcaram presença na Praça da Matriz para defender a aprovação da emenda parlamentar da Comissão de Educação ao PL 392, que adiciona ao texto a garantia de não demissão e a realização de concurso público ainda neste ano.

A reunião de líderes de bancadas não deu acordo para a votação e o PL deve ser apreciado somente na próxima semana. O CPERS convoca novamente manifestação para a terça seguinte (17).

“Nossa mobilização já fez com que o governo assumisse o compromisso de não demitir contratados. Agora precisamos transformar a promessa em Lei e assegurar a realização de concurso público ainda neste ano”, afirma a presidente do CPERS, Helenir Aguiar Schürer, referindo-se ao vídeo divulgado pelo secretário Faisal Karam durante o ato da terça anterior.

Helenir também manifestou repúdio ao impedimento de educadores(as) circularem nos gabinetes para dialogar com os deputados antes da reunião de líderes.

Apesar do novo adiamento, o clima foi de fortalecimento da luta. A professora de geografia Eronilda Trindade da Luz aproveitou o ato para se filiar ao Sindicato. “Sempre quis me associar e nunca tinha tempo de ir até o CPERS. A desvalorização dos educadores e da educação está muito grande. Eu ainda estou na ativa, mas mesmo que não estivesse, estaria na luta”, disse.

Notícias relacionadas