Sartori proíbe Assembleia do CPERS na Praça da Matriz. Novo local é no Largo Glênio Peres


Demonstrando, mais uma vez, sua postura de torturador dos educadores gaúchos, nos moldes da Ditadura Militar, o governador Sartori, proibiu que a realização da Assembleia Geral do CPERS, marcada para esta terça-feira (05), na Praça da Matriz.
Mas Sartori não irá impedir que os professores e funcionários de escola façam sua Assembleia para dar a resposta que ele merece pelos sucessivos parcelamentos.
A Assembleia Geral irá ocorrer sim. O novo local é no Largo Glênio Peres, no mesmo dia e horário (amanhã, com primeira chamada às 9h e segunda chamada às 9h30).
“Pode ameaçar, pode proibir, mas nunca vão nos calar. Convocamos a todos os educadores e educadoras a virem para a Assembleia para juntos darmos a resposta a altura que este governo merece. É greve!”, conclama a presidente do CPERS, Helenir Aguiar Schürer.

 

Notícias relacionadas