Quem votar não volta: pressione os deputados para que digam NÃO à Reforma Administrativa


O relator da Proposta de Emenda à Constituição – PEC 32/2020, a Reforma Administrativa, deputado Arthur de Oliveira Maia (DEM-BA), adiou a entrega do parecer da matéria para segunda-feira (30).

Mais do que nunca é necessário uma forte pressão aos parlamentares para que barrem essa Proposta que afeta de forma brutal os direitos dos servidores, acaba com os serviços públicos e escancara as portas para o apadrinhamento e a corrupção.

> Saiba como a Reforma Administrativa ataca funcionários e professores, na ativa e aposentados

Vamos juntos barrar a Reforma Administrativa!

👉🏽Acesse o Observatório da PEC 32  e veja os nomes e contatos dos parlamentares favoráveis, contrários e indecisos.

👉🏽 Participe comentando no Facebook ou mandando whatsapp para os parlamentares que estão indecisos.

Para facilitar, deixamos uma sugestão de mensagem:

“Senhor (a) Deputado (a):
Como eleitor (a) venho manifestar repúdio à Proposta de Emenda à Constituição 32/2020, que está em tramitação nesta Casa.
A Reforma Administrativa é um verdadeiro massacre ao servidor público, retirando direitos conquistados há anos. Além disso, a proposta não ataca o problema das desigualdades no setor público, mantém privilégios para a elite do funcionalismo e acaba com os serviços públicos oferecidos a população.

Em 2022, teremos Eleições gerais!
Quem votar a favor, não volta!
Vote contra a PEC 32/2020.
Diga não à retirada de direitos!

🚫 Não à Reforma Administrativa!

 

Notícias relacionadas