Orientação para o 1º dia útil após novos atrasos no salário


De acordo com deliberação da Assembleia Geral de sexta-feira (27), as escolas devem ter liberdade para organizar atividades alusivas às datas de não pagamento, suspendendo orientação anterior para cruzar os braços no 1º dia útil de cada mês.

O CPERS sugere a realização de períodos reduzidos, debates sobre a pauta salarial, aulas cidadãs e atividades no entorno das escolas.

O governo Eduardo Leite anunciou nesta segunda (30) que a folha de setembro começará a ser quitada apenas no dia 15 de outubro. É o maior período sem pagamento já registrado desde o início dos atrasos, que já somam 46 meses desde o governo Sartori.

Notícias relacionadas