Movimento Unificados dos Servidores faz protesto contra o governo na 38º Expointer


dança 01

Foto: Luiz Avila – Zero Hora

dança 02

Foto: Caco Konzen – Zero Hora

Nesta sexta-feira, dia 04 de setembro, o Movimento Unificado dos Servidores Públicos, o qual o CPERS integra, promoveu um ato em repúdio ao governo Sartori, na 38º Expointer, em Esteio.
Os servidores públicos estaduais concentraram-se às 9h em frente à Praça Central da Feira. Com cartazes, faixais, apitos e buzinas rumaram para o Centro de Eventos, onde ocorria a cerimônia de abertura da Expointer, na qual o governador José Ivo Sartori iria discursar.
Na abertura do evento, os servidores cantaram emocionados o hino do Rio Grande do Sul,  em respeito ao Estado que defendem e lutam para que  o governo não privatize e não imponha as políticas do Estado mínimo.

Servidores dançam em repúdio ao governo Sartori

Através de vaias, gritos, apitos, buzinas e palavras de ordem, a cada pronunciamento das autoridades presentes os servidores denunciavam o desrespeito do governo com o funcionalismo público do Estado e o descaso com a população gaúcha.
No momento do discurso do governador Sartori, os servidores viraram-se de costas. Logo após, alguns dançaram em protesto ao último domingo, 30 de agosto, quando o governador dançou com sua esposa em visita a Expointer, sendo um dia antes de depositar na conta do funcionalismo a quantia de R$600,00, equivalente a primeira das 4 parcelas  do salário dos servidores. Em nenhum momento do ato Sartori olhou para os servidores, em mais uma demostração clara de desrespeito com o funcionalismo público do Estado.
A presidente do CPERS, Helenir Aguiar Schürer, avaliou o ato como uma boa demonstração de unidade e mobilização dos servidores ao governador. “Mais uma vez, mostramos a nossa força e união para o governador. Foi um ato lindo”, concluiu.

Notícias relacionadas