Mostra Pedagógica em São Leopoldo destaca a necessária valorização da educação pública


O Colégio Estadual 25 de Julho recebeu, na manhã de hoje, dezenas de estudantes e professores de instituições da região. Eles participaram da etapa regional da 4ª Mostra Pedagógica do CPERS, no 14º Núcleo (São Leopoldo).

Um misto de nervosismo e entusiasmo era o sentimento dos estudantes que estavam expondo os trabalhos, desenvolvidos com dedicação junto aos professores. A comissão julgadora, composta por três educadores, passou em cada uma das mesas para conhecer os detalhes e objetivos de cada projeto.

Na abertura da Mostra, o diretor do 14º Núcleo, Luiz Henrique Becker, falou dos retrocessos na educação pública.

“Com todos os ataques que estamos sofrendo parece, em alguns momentos, que voltamos ao tempo das trevas. Nós, do CPERS, ficamos felizes com os projetos inscritos na Mostra, pois trazem a público os trabalhos excelentes que são realizados dentro das nossas escolas”, afirmou.

A coordenadora do Departamento de Educação do CPERS, Rosane Zan, salientou que a transformação social dos educandos ocorre dentro da escola e que, neste momento de cortes e desvalorização da educação pública, é fundamental a mobilização massiva da categoria e dos estudantes para impedir que direitos históricos sejam arrancados. “Vamos precisar muito dos nossos estudantes junto conosco. O governo diz que somos corporativistas mas não é isso, queremos e merecemos ser valorizados”, destacou.

“A etapa estadual da mostra vai acontecer no próximo dia 29, em frente ao Palácio Piratini, na Praça da Matriz. Lá, faremos o contraponto às afrontas do governo mostrando para a sociedade o valor da escola pública. Vamos usar a nossa maior arma que é o nosso fazer pedagógico”, frisou Rosane.

“Através da mostra conseguimos mostrar que mesmo sem a estrutura adequada, os investimentos necessários e enfrentando ataques brutais, nós, educadores, fazemos nosso trabalho com excelência”, ressaltou o professor de Matemática, integrante da direção do Núcleo e orientador de dois projetos expostos, Paulo Batista.

Valorização e reconhecimento da educação pública

As estudantes Emelin Assumpção e Nivea Soares, do 3º ano do Colégio Estadual 8 de Setembro, de Estância Velha, apresentaram o projeto “Auxílio Vale Transporte para Estudantes de Baixa Renda”. O objetivo é estruturar um Projeto de Lei que garanta a passagem gratuita para 68 alunos do ensino fundamental de duas escolas da região, com idades entre 15 a 18 anos, que recebem Bolsa Família. Mas para que o projeto seja apreciado na Câmara de Vereadores é preciso obter, no mínimo, duas mil assinaturas em um abaixo-assinado. “O difícil é colher as assinaturas, pois tem que ser somente de moradores de Estância Velha. Mas nós vamos nos esforçar e conseguir”, afirmou Emelin.

Já as estudantes Carol Gonçalves, Franciele Lima, Luana Gabrieli e Natylle Moura, do Colégio 25 de Julho, escolheram falar sobre a depressão na adolescência. As meninas explicaram que segundo a Assistência Multidisciplinar de Saúde (AMS), em 2030 a depressão será a doença mais comum entre os brasileiros. Segundo elas, a gravidez na adolescência, conforme dados do Sistema Único de Saúde (SUS), está em primeiro lugar no ranking da depressão entre as jovens de 12 a 19 anos.

Milleny dos Santos e Tauana Rodrigues, alunas do 1° ano do Colégio Professor Victor Becker, abordaram a necessária valorização dos professores e funcionários de escola. “Tinham que valorizar mais os professores. Para nós sermos alguém precisamos deles, dos ensinamentos  que eles nos passam”, concluiu Milleny.

“É um absurdo o que o governador está querendo fazer com eles”, completou Tauana, referindo-se ao projeto proposto pelo governador Eduardo Leite, que pretende alterar o Plano de Carreira e a Previdência dos educadores.

Nesta sexta-feira (08), a 4ª Mostra Pedagógica do CPERS estará ocorrendo no 13º Núcleo (Osório). A iniciativa ocorre na EEEF Professor Milton Pacheco, às 9h. Na ocasião serão avaliados os 11 projetos inscritos na etapa regional da iniciativa.

Projetos selecionados para a etapa estadual:

ENSINO MÉDIO

Escola Estadual de Ensino Médio Princesa Isabel
Projeto: Poluição das Sacolas Plásticas no Mar
Orientadores: Erenita Bittencourt e Paulo Sérgio Batista

Colégio Estadual 25 de Julho
Projeto: Doenças Gastrointestinais Oriundas da Alimentação em Jovens
Orientadores: Dulcídia Nallem dos Anjos e Jorge Ubiratan da Silveira

ENSINO TÉCNICO

Colégio Estadual 25 de Julho
Projeto: Evitando o Desperdício Orgânico/Biodigestor
Orientadora: Maria Cladis Zilles Petry

Colégio Estadual 25 de Julho
Projeto: Conscientização do Trânsito com as Crianças
Orientadoras: Isadora Andrade e Samara Cardoso

ENSINO FUNDAMENTAL SÉRIES FINAIS

Projeto: 25 num Toque

 

Notícias relacionadas