Moção de apoio aos municipários de Porto Alegre


O CPERS apoia a Greve dos municipários da capital, que estão em luta contra os parcelamentos, a precarização e a privatização dos serviços públicos e pelo direito dos cidadãos a um serviço público de qualidade.
Em assembleia geral histórica com cerca de 3 mil municipários, realizada no dia 29/9, no Largo Zumbi dos Palmares, a categoria decidiu, por ampla maioria, pela greve a partir de hoje.
Desde junho, o funcionalismo municipal enfrenta o parcelamento dos salários. Além disso, os projetos de lei apresentados pelo prefeito Marchezan acabam com a carreira do funcionalismo, precarizam as condições de trabalho e os serviços prestados e abrem caminho para a privatização. Desde junho, o funcionalismo municipal enfrenta o parcelamento dos salários.
O prefeito Marchezan mente! Quer acabar com o bem público, privatizar o que puder e beneficiar seus parceiros. Já enviou projeto que visa privatizar o DMAE, emitiu decretos que desorganizou as escolas sem dialogar com a comunidade escolar, destruiu a FASC, parcela salários e quer acabar com o Plano de Carreira dos trabalhadores municipários.
O CPERS apoia e se solidariza a esta justa luta!
Chega de desrespeito aos direitos dos trabalhadores e da população gaúcha!

 

 

 

Notícias relacionadas