Moção de apoio aos estudantes indígenas da UFRGS que ocupam prédio abandonado em Porto Alegre


O CPERS manifesta seu apoio aos estudantes indígenas, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), que na tarde do último domingo (6), ocuparam o prédio abandonado há cinco anos, cedido pela prefeitura de Porto Alegre à Universidade. O local abrigava a antiga Secretaria Municipal de Indústria e Comércio (SMIC).

Mais de 50 indígenas, entre estudantes, crianças e lideranças dos povos Kaingang, Xokleng e Guarani reivindicam a construção de uma Casa do Estudante Indígena, demanda antiga, que até hoje não foi atendida pela Universidade.

A casa será a garantia de um espaço onde as estudantes, em sua maioria mães, possam morar enquanto estudam fora de suas aldeias, longe de preconceitos e com o seu modo de vida respeitado.

Os povos originários têm acesso às Casas do Estudante da Ufrgs (CEUs); no entanto, nelas não são permitidas a presença de crianças. Também é exigido que sejam garantidas bolsas de permanência para todos os estudantes indígenas na Universidade.

A resistência dos não indígenas à cultura e às tradições dessas comunidades obriga parte dos estudantes indígenas a abandonarem a Universidade.

Além disso, milhares de famílias dos povos originários já sofrem com os efeitos da pandemia, a exclusão social, a miséria e a discriminação.

É inadmissível que uma Universidade, com toda a gama de diversidade de alunos, não ofereça a possibilidade de permanência para os estudantes indígenas. Que não dê a eles espaços de acolhimento, nem respeite sua cultura e forma de viver.

Pela vida dos indígenas, pelo direito de existir e de estudar, o CPERS reforça sua solidariedade a estes estudantes, mães que lutam bravamente para terem um espaço que ofereça segurança física para seus filhos(as), onde possam morar enquanto estudam fora de suas aldeias, para que possam garantir um futuro digno para suas famílias, longe de preconceitos.

Apoie a Ocupação

As estudantes estão precisando de doações, especialmente de alimentos e produtos de limpeza, que podem ser entregues no próprio local

Doe alimentos e utensílios de cozinha, botijão, água, fios, canos, compensados, martelos, pregos, produtos de limpeza, sacos de lixo, luvas, vassouras e gerador, ou contribua com qualquer valor, pelo pix 03478244048 (Jaqueline de Paula)

Mais informações pelos telefones  (48) 98857-2882 ou (47) 9743-0515

Foto de capa: Félix Zucco/ Agência RBS

 

 

 

Notícias relacionadas