#FicaIrmãLourdes: moção de apoio à irmã Lourdes Dill


O Conselho Geral do CPERS manifesta a sua irrestrita solidariedade à irmã Lourdes Dilll, que será transferida da Arquidiocese de Santa Maria para a Diocese de Grajaú, no Maranhão.

Irmã Lourdes desempenha um trabalho político-social de excelência em Santa Maria. Em um momento tão adverso da conjuntura social do Rio Grande do Sul e do país, sua transferência representa uma grande perda para a cidade.

No município, ela não só deu sequência ao trabalho de promoção da inclusão social via economia solidária implementado por Dom Ivo Lorscheiter como ampliou-o, qualificou-o e multiplicou-o, potencializando a expressão de luta, organização popular, solidariedade, coragem, firmeza e determinação na esfera de quem mais precisa.

Ela é o elo do passado que dá vida à história da Economia Solidária no município, que através do pioneirismo de Dom Ivo Lorscheiter tornou-se referência mundial.

Há 35 anos, pelo Projeto Esperança/Cooesperança e seu trabalho junto às pastorais cristãs com as Feiras da Economia Solidária, a religiosa realizou sonhos e deu dignidade a milhares, levando Santa Maria a ser reconhecida como a capital da Economia Solidária na América Latina.

Numa conjuntura de alta vulnerabilidade social, sua presença na cidade é imprescindível, inclusive para o fortalecimento das novas lideranças que irão sucedê-la um dia.

Irmã Lourdes é a ligação que nos faz reverenciar o passado e anima as possibilidades de futuro, gerando um processo aprendente e ensinante que enreda todos e todas.

Que o novo arcebispo, Dom Leomar Brustolin, faça a diferença. Que a memória luminosa de Dom Ivo inspire Dom Leomar a interceder pela comunidade santa-mariense. Fica irmã Lourdes!

Notícias relacionadas