Em reunião técnica, Frente dos Servidores Públicos debate o Teto de Gastos


Na manhã desta quinta-feira (14), dirigentes de diversas entidades que compõem a Frente dos Servidores Públicos do Rio Grande do Sul (FSP/RS) reuniram-se, na sede do CPERS Sindicato, em Porto Alegre, para traçar estratégias de pressão e mobilização pelo fim do Teto de Gastos, que asfixia o desenvolvimento econômico e social do estado.

Durante a reunião, representantes da Afocefe, entidade representativa dos Técnicos Tributários da Receita Estadual, apresentaram dados visando aprofundar o debate entre as entidades sobre os rumos e as formas de ampliar a disputa pelo orçamento público.

Para a FSP/RS, o Teto de Gastos e a Lei de Responsabilidade Fiscal inviabilizam uma política salarial justa para os servidores(as) e a prestação de serviços públicos de qualidade.

“Aqui no Rio Grande do Sul, nós temos uma série de amarras e limitações, saímos do limite prudencial e caímos no Teto de Gastos. Como entidades, precisamos defender aqui o fim do Teto de Gastos, essa é a oportunidade de termos algum espaço para discutir valorização salarial, sem ter esses entraves”, conclamou Alexandre Luzzi Rodrigues, presidente da Afocefe.

Ao fim da reunião as entidades firmaram o compromisso de ampliar a mobilização pelo fim do Teto de Gastos.

A presidente do CPERS, Helenir Aguiar Schürer, participou do encontro representando o Sindicato. Também participaram da reunião, representantes de 10 entidades da FSP/RS e a economista do Dieese, Anelise Manganelli.

Notícias relacionadas