Educadores(as) contratados(as) estarão na capital para exigir o respeito aos seus direitos


Conforme deliberado no Conselho Geral do CPERS, realizado no último dia 27, na próxima terça-feira (03), ocorrerá o Ato Estadual em Defesa dos(as) Contratados(as), pela não demissão, por concurso público e reajuste salarial. A manifestação ocorrerá na Praça da Matriz a partir das 10 horas.

O objetivo é pressionar os(as) deputados(as) para que aprovem a emenda parlamentar ao projeto de lei PL 392/2019 que  autoriza o Poder Executivo a realizar a contratação emergencial de 5 mil professores(as) e sinaliza para a realização de concurso público a partir de 2020. Protocolada pela Comissão de Educação da Assembleia Legislativa, presidida pela deputada Sofia Cavedon, a emenda propõe garantir a manutenção dos atuais contratos emergenciais até que sejam substituídos por nomeados.

O CPERS defende o teor da emenda, bem como a realização imediata de concursos públicos.

“A previsão de concurso está aí, mas não podemos esperar até 2020 e correr o risco de que o próximo ano letivo comece novamente com a falta de professores e funcionários. Somente uma reação forte e unificada poderá fazer com que nossos direitos sejam respeitados e tenhamos dignidade”, observa a presidente do Sindicato, Helenir Aguiar Schürer.

Os núcleos do CPERS disponibilizarão ônibus para trazer os(as) educadores(as) à capital. Para participar, professores(as) e funcionários(as) de escola devem entrar em contato com seu respectivo núcleo.

Todos à luta!

Notícias relacionadas