Educadores têm direito a vacinação contra a Gripe A, mas é preciso verificar a disponibilidade nos postos de saúde


 O CPERS orienta aos educadores a procurarem os postos de saúde mais próximos de sua residência para tomar a vacina contra o vírus H1N1 – Gripe A. Essa era uma das reinvindicações de pauta do CPERS, a de garantir a imunização dos educadores.
O secretário de Educação, Vieira da Cunha, afirmou em reunião realizada nesta segunda-feira, dia 23, com o Comando de Greve do CPERS  que os educadores têm direito a vacinação desde que haja disponibilidade nos postos de saúde.
É inadmissivel o governo não garantir imunização para todos trabalhadores em educação, pois os professores e funcionários de escola fazem parte do grupo de risco, diariamente têm contato direto com inúmeros alunos. Em sala de aula, onde o grupo respira o mesmo ar, os riscos da proliferação do vírus é maior.

Notícias relacionadas