Diretores(as) de escola de Gravataí cobram demandas do ano letivo na 28ª CRE


No início da manhã desta quinta-feira (14), diretores(as) de escolas estaduais de Gravataí e região reuniram-se no 22º Núcleo para debater os problemas do início do ano letivo e organizar a pauta de reivindicações a serem encaminhadas ao governo. A reunião, coordenada pela vice-diretora do núcleo, Denia Denise, e as diretoras estaduais do CPERS, Sandra Régio e Alda Maria Bastos, organizou uma comitiva que se dirigiu à 28ª CRE no final da manhã.

À coordenadoria regional, os(as) diretores(as) entregaram seus calendários letivos e reiteraram as dificuldades enfrentadas por muitas comunidades escolares: falta de professores(as) e funcionários(as), a não homologação de turmas, a não aceitação do calendário escolar com sábados letivos e a retirada de educadores(as) de seus setores. Pela manhã e pela tarde estiveram representadas escolas da cidade, do campo e indígena.

“É muito importante pressionar o governo por meio de suas coordenadorias regionais. O que estamos exigindo é um mínimo de organização para termos condições de trabalho e garantir que os alunos não fiquem desatendidos”, avalia Sandra Regio.

Notícias relacionadas