Curso Formação de Formadores do CPERS chega em sua reta final


formação formadores

Dezenas de educadores dos 42 Núcleos do Sindicato reuniram-se nesta sexta-feira, dia 27, às 16h, no salão de Atos Thereza Noronha, localizado no 9º andar do Sindicato, para a sexta etapa do curso de Formação de Formadores, organizado pelo CPERS.
O encontro iniciou com a palestra do educador popular, Cláudio Nascimento, que apresentou uma análise sobre a conjuntura atual. Nascimento acredita que o principal desafio dos movimentos sociais e sindicais é a formação de base. “Temos que pensar na conjuntura política como um todo, projetando em longo prazo às nossas lutas. Só vamos conseguir isso com a formação da nossa base”, concluiu.
Após a palestra, os professores e funcionários de escola participaram da Mística de Abertura realizada pela Assessoria Aurora. Os educadores realizaram um trabalho de reflexão sobre o legado deixado pelo pedagogo e filósofo, Paulo Freire. O diretor do CPERS, Cássio Ritter, apresentou ao grupo a Dinâmica de Desbloqueio para a Escrita. “O objetivo da dinâmica é desbloquear e desinibir o ato da escrita. Fazer com que a pessoa sinta-se livre, liberta e segura para escrever”, afirmou.
Para finalizar o encontro desta sexta-feira, os educadores escreveram uma carta pedagógica, refletindo sobre as lições e aprendizados do processo do curso, trazendo as inquietações, desafios e compromissos de cada um.
Neste sábado, dia 28, a partir das 7h45, os educadores participantes irão dividir-se em grupos e trabalharão nas cartas escritas hoje. Após cada grupo escolher a sua carta será feita a leitura para o grupo. Para finalizar a atividade, a Assessoria Aurora e o departamento de formação do CPERS farão uma síntese pedagógica, sociológica e política sobre cada carta. Ao meio-dia, os educadores participarão do almoço coletivo para celebrar a formação da primeira turma do curso de Formação de Formadores do CPERS. O curso começou em 20 de junho e teve 12 encontros, onde foram trabalhadas a compreensão da conjuntura política e sindical atual, a história de lutas e vitórias sindicais, a reflexão sobre as lutas enfrentadas e as futuras, o auto-análise da importância de cada um na luta, além dos trabalhos de projeção às ações de formação na base.

Notícias relacionadas