CPERS pede a retirada do PL 169/2015 na Assembleia Legislativa


IMG_4173

Dando continuidade à agenda de ações dos quatro dias de Greve Unificada dos Servidores Públicos, nesta terça-feira, dia 1º de setembro, o CPERS e representantes de alguns Núcleos do Sindicato, reuniram-se, às 9h, na Assembleia Legislativa. Os educadores visitaram os gabinetes dos deputados e coordenadorias dos partidos para solicitar que não fosse votado hoje o PL 169/2015, de autoria da deputada Regina Becker Fortunatti (PDT), projeto esse que não contempla as demandas da categoria.
Em frente a sala da presidência da Assembleia, onde ocorreu a  reunião de líderes da bancada, os educadores protestaram pedindo a retirada do projeto.
Na ocasião, a presidente do CPERS, Helenir Aguiar Schürer, entregou um oficio para o presidente da Assembleia Legislativa, o deputado, Edson Brum. “Entregamos esse oficio para o senhor, em nome dos educadores, pedindo a retirada desse projeto da votação. Também solicitamos, neste documento, uma Audiência Pública para escutar a comunidade escolar, antes do projeto ser votado”, salientou Helenir.
O deputado informou que o projeto não iria para a votação do dia, e comprometeu-se em entregar o oficio para os líderes de bancada da casa.
No fechamento, Helenir ressaltou para os professores e funcionários de escolas que participaram da ação, que a luta para a retirada do projeto continua. “Fomos felizes hoje, vencemos a batalha, mas a luta continua. Vamos continuar visitando os gabinetes dos deputados para, pelo menos, conseguir que o projeto vá à audiência pública, antes de ir para votação, no objetivo de debatermos com a comunidade escolar o tema”, afirmou.

Notícias relacionadas