CPERS participa da 9ª Conferência Nacional de Educação Paulo Freire, em Curitiba


Com o lema “Educação Libertária e Democracia, Construindo o Movimento Pedagógico Latino-americano”, começou ontem (26), em Curitiba, a 9ª Conferência Nacional de Educação Paulo Freire, da CNTE. Antecedendo o início da Conferência, foi realizado o encontro do Conselho Nacional de Entidades (CNE), onde estava presente a presidente do Sindicato, Helenir Aguiar Schürer.

Foto: Jordana Mercado

Durante o encontro, os delegados e delegadas fizeram a avaliação das atividades do primeiro semestre e a análise da conjuntura. As intervenções passaram pelas lutas necessárias diante dos ataques sistemáticos que o governo Bolsonaro faz aos direitos da classe trabalhadora, com ênfase na questão da Reforma da Previdência e do desmonte da educação pública. Na avaliação do Conselho, as ações de mobilização dos meses de maio e junho foram positivas tanto na perspectiva dos municípios quanto de Estados e na esfera nacional.

Foto: Jordana Mercado

Durante sua fala, a presidente do CPERS, destacou a importância de desenvolver estratégias para defender a educação pública. “Estamos em um processo de sucateamento da educação pública, precisamos frear isso, exigir investimentos e defender um projeto de educação pública de qualidade”, afirmou Helenir.

Foto: Jordana Mercado

Também foi realizado um painel sobre a conjuntura da América Latina apresentado pelo Coordenador do Escritório Regional da Internacional da Educação para América Latina (IEAL), Combertty Rodriguez. Ele trouxe um panorama sobre a agenda social e política que os países estão vivendo. Apesar das especificidades de cada país, os desafios são muito semelhantes, sendo os principais: garantir a seguridade social e os direitos trabalhistas, manter os sindicatos e barrar a privatização da educação.

“Existe uma lógica instalada de retrocessos e violação de direitos por toda América Latina, ela é regida por interesses mercantilistas de organismos internacionais e apenas se formos incansáveis na tarefa de continuar organizando trabalhadores e trabalhadoras será possível reverter essa realidade”, defendeu.

Foto: Jordana Mercado

Durante à tarde a direção da CNTE apresentou propostas de mobilização para o segundo semestre, com a realização de ações articuladas e uma campanha de elevação da autoestima da comunidade escolar para professores(as), funcionários(as) e estudantes, que deve ser  realizada durante o mês de outubro. Além disso, foi proposta a realização de atividades rumo ao Centenário de Paulo Freire, incluindo o Encontro da Rede Mulheres da IEAL e o Encontro do Movimento Pedagógico Latino-Americano, ambos no mês de dezembro. As propostas foram debatidas pelo plenário do CNE e aprovadas por ampla maioria.

Foto: Jordana Mercado

9ª Conferência Nacional de Educação Paulo Freire

A 9ª Conferência Nacional de Educação Paulo Freire segue em Curitiba até sexta-feira (28), com intensa programação debatendo importantes temas referentes à educação libertária e à democracia.

No evento estão presentes representantes da direção estadual do CPERS: a 1ª vice-presidente, Solange Carvalho, o 2º vice-presidente, Edson Garcia, a diretora do Departamento Administrativo, Rosane Zan, o diretor do Departamento de Comunicação, Enio Manica e o tesoureiro, Mauro João Calliari. Também estão presentes conselheiros de base da CNTE, e diretores e ou representantes de Núcleos do CPERS.

No dia 27, ocorre o debate “Políticas Educacionais no (Des)Governo Bolsonaro – Análise das políticas do Governo Bolsonaro”, com Andrea Gouveia, presidente da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (ANPED); Suzane Gonçalves, primeira secretária da Associação Nacional pela Formação dos Profissionais da Educação (ANFOPE) e Dirce Zan, presidente do Fórum Nacional de Diretores de Faculdades, Centros de Educação ou Equivalentes das Universidades Públicas Brasileiras (FORUMDIR).

No período da tarde, haverá a exposição Práticas da Educação Libertária e Democrática com José Batista Neto, mestre em história, doutor em Ciência da Educação, e professor do Centro de Educação da Universidade Federal de Pernambuco.

A manhã do dia 28 de junho será dedicada aos Grupos de Trabalhos Temáticos do Plano Nacional de Educação (PNE) e a tarde será exibido um painel com o resultado dos trabalhos em grupo.

Notícias relacionadas