CPERS apoia paralisação de policiais e agentes penitenciários


O CPERS/Sindicato apoia a paralisação dos policiais e agentes penitenciários da Susepe, que cruzam os braços, nesta terça-feira, em repúdio ao descaso do governo do Estado com a segurança pública.
Suas reivindicações são justas: reajuste dos subsídios, convocação dos 650 concordados e aumento dos efeitos.
Os cortes nos investimentos dessa área refletem no aumento da criminalidade e, consequentemente, na falta de segurança à população. Essa paralisação é um grito de alerta para que a sociedade saiba a forma com a qual o governo do Estado lida com setores essenciais para o povo.
O governo adotou como prática a ameaça constante aos direitos dos trabalhadores e das trabalhadoras. Não admitiremos retrocesso!

Notícias relacionadas