Comissão de Finanças aprova reajuste zero para trabalhadores


20150702111403 (1)

Nesta quinta-feira, a Comissão de Finanças, Orçamento e Planejamento apreciou o parecer do deputado Alexandre Postal (PMDB) ao projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO)  para o exercício econômico-financeiro de 2016 – PL 177/2015. O CPERS participou da reunião ordinária, realizada no Plenarinho da Assembleia Legislativa, junto com outros representantes do funcionalismo público e demais trabalhadores com o objetivo de pedir o aumento do percentual dos recursos destinados aos gastos com pessoal, visto que a LDO não prevê, minimamente, a deposição da inflação. No entanto, após uma votação contestada voto a voto pelos trabalhadores, a Comissão aprovou as emendas da LDO, com proposta de reajuste 0% para os servidores públicos.
A LDO deve ir  à votação em plenário na próxima terça-feira, dia 07, e deve ser enviada para sanção pelo governador até o dia 15 de julho.
Com essa postura, o governo deixa, ainda mais evidente, que quem vai pagar a conta pelo déficit financeiro do Estado serão os trabalhadores e as trabalhadoras. A LDO é o principal instrumento de planejamento de governo para a implementação de políticas públicas, por isso deve ser construída democraticamente. Porém, o governo Sartori negou-se ao diálogo e continua aplicando sua política de austeridade, arrocho e cortes de recursos, principalmente para os setores essenciais à população: educação, saúde e segurança.
Diante deste cenário, torna-se cada vez mais evidente a necessária paralisação dos servidores.

Veja quem são os deputados que votaram contra os trabalhadores:

-Alexandre Postal (PMDB)

-Frederico Antunes (PP)

-Liziane Bayer (PSB)

-Tiago Simon (PMDB)

-Enio Bacci (PDT)

-Silvana Covatti (PP)

-Marcelo Moraes (PTB)

-Marlon Santos (PDT)

-Adilson Troca (PSDB)

Notícias relacionadas