Arrecadação do ICMS cresce mais de R$ 2,1 bilhões em 2019. Onde está o dinheiro?


No discurso, a crise insolúvel e o deserto de recursos. Na realidade, arrecadação recorde.

O crescimento do ICMS em 2019 representou um acréscimo de mais de R$ 2,1 bilhões sobre a arrecadação do mesmo item em 2018. Os dados foram elaborados pelo Dieese.

Para efeito comparativo, R$ 2,08 bilhões seria o custo estimado para garantir o reajuste de 28,78% reivindicado pela categoria no ano passado.

O aumento da receita equivale a 6,13%, consolidando um crescimento acima da inflação – estimada pelo Banco Central em 3,78%.

Os valores superam, também, o previsto na Lei Orçamentária Anual de 2019 em mais de R$ 4,3 bilhões (13,3% a mais do que o esperado).

Desde Sartori, é prática corrente subestimar a expectativa de arrecadação para prever menos recursos para áreas essenciais.

Enquanto engordam os cofres do Estado, Eduardo Leite aprofunda a miséria dos educadores(as) e promove uma bateria de ataques ao conjunto do funcionalismo alegando falta de recursos.

Onde está o dinheiro?

Clique aqui para acessar o estudo do Dieese

Notícias relacionadas