#AbraceQuemEduca: homenagem ao professor Alberi de Araújo e Silva, por Rui Janner


1988-2018.. e lá se vão 30 anos caro colegas. Professor e paraninfo Alberi de Araújo e Silva; sim, o tempo passou, estamos vivendo nossas vidas e algum colega já se foi, mas tuas lições não passaram, pois estão cravadas no mais profundo do nosso ser. A Escola Estadual Amélio Fagundes, da cidade de Independência no interior do Rio grande do Sul, foi o local em que por um bom tempo, feliz e palpitante, foi nosso “mundo” e, você, o nosso “guia” e “mentor”.

Apesar de a vida nos ter afastado, impossível não lembrar-se dos grandes momentos vividos juntos. As nossas falhas, você como excelente gestor, soube tão bem compreender, aceitar e, dentro do possível, melhor modificar. Nossos desvios de trajeto tão corriqueiros na vida de quase todos jovens estudantes e trabalhadores você soube respeitar e, com todo cuidado, nos trilhos recolocar e alinhar.

Lembro-me da importância que você dava e dá aos atos formais. E isso, na vida escolar, ia desde uma prova, passando pela recuperação terapêutica, na qual eu tive que alcançar os conteúdos propostos por você, pois não dera conta dos objetivos previstos durante o ano. Até o momento final, grandioso e eloquente, nossa formatura. Mas não posso aqui deixar de lembrar os famosos grenais de futsal, onde nós, os rapazes, no alto da nossa juventude, nos enfrentávamos com garra e força (muitas vezes desmedida e desproporcional). Você, sereno e valente, impunha a ordem e a lei como juiz.

Fico pensando hoje como conseguias ser imparcial, se tua maior paixão na vida, depois da família, é o nosso glorioso Internacional. E as moças, nossas colegas, ficavam torcendo e preparando os quitutes, pois todos os jogos, independente do vencedor, terminavam invariavelmente em festa.

Mas o propósito desta singela mensagem é sim homenagear. Hoje sabemos que tua saúde já é debilitada e este espaço não é suficiente para agradecer e dizer que você foi um professor que fez diferença na vida de muitos educandos que passaram pelos bancos escolares e tiveram o privilégio de ter você como professor e, mais tarde, como diretor. No meu caso, fui seu aluno e depois teu colega de profissão, mas o que mais tenho orgulho hoje é de poder dizer que sou seu amigo.

Em nome de todos meus ex-colegas de turma podemos dizer como foi importante para nós e, hoje, te abraçamos, lembramos e comemoramos brindando “formalmente”.

Muito Obrigado, Professor Alberi!
“Que Deus lhe pague”.

Rui Duarte Janner e formandos 1988

__________________________________

#AbraceQuemEduca ❤️

O amor é pedagógico! Queremos iniciar uma onda de solidariedade e afeto para frear a epidemia de violência e desrespeito contra educadores(as) no Rio Grande do sul e no Brasil. Mande um vídeo, foto ou texto pelo whatsapp (51 99790.7955) falando sobre um(a) educador(a) que marcou a sua vida, ou deixe uma mensagem de apoio nos comentários! 😉

Ninguém solta a mão do(a) educador(a). Quando nós cairmos, caem todos(as)! 💪🏻

Notícias relacionadas