Escracho ao ex-ministro Ronaldo Nogueira em Porto Alegre denuncia Reforma Trabalhista


No mês em que o medo do desemprego chegou ao maior nível da série histórica produzida pela CNI/Ibope desde 1996 (67,9 pontos em uma escala de 0 a 100), o deputado federal Ronaldo Nogueira, ex-ministro de Temer responsável pela Reforma Trabalhista, veio a Porto Alegre participar de um seminário para comemorar os “resultados” da nova legislação após oito meses de vigência. O CPERS, ao lado de movimentos sociais e centrais sindicais, realizou um escracho na manhã desta sexta-feira (13) em frente ao Hotel Sheraton, onde o evento foi realizado.

O Brasil tem hoje, segundo os últimos números do IBGE, 13,2 milhões de trabalhadores desempregados, cifra que só não é maior pela proliferação de postos de trabalhos precarizados e informais. Se considerarmos também as pessoas que trabalham menos horas do que gostariam e aquelas que desistiram de buscar uma ocupação, falta trabalho para mais de 27 milhões de brasileiros.

A realização do evento em Porto Alegre,  uma afronta aos direitos trabalhistas, faz parte das Jornadas Brasileiras de Relações de Trabalho, evento itinerante que percorre todos os estados para defender a anti-reforma. Outras 14 cidades do Rio Grande do Sul receberam o seminário, que é organizado pela Comissão de Trabalho presidida pelo próprio Ronaldo Nogueira na Câmara.

Enquanto almoçam às nossas custas em um hotel de luxo,  os(as) trabalhadores(as) pagam o pato da crise com a precarização, trabalho intermitente e direitos reduzidos. O CPERS sempre lutou contra a aprovação da Reforma Trabalhista e mantém seu posicionamento pela revogação da Lei e o restabelecimento dos direitos trabalhistas para todos(as) os(as) brasileiros(as).

 

Notícias relacionadas