Nota do Comando de Greve: governo impõe mais sofrimento à categoria na virada do ano


Colegas, neste momento em que o governo tenta intimidar a categoria para retornar às aulas e acabar com a greve sem negociação, é importante reafirmar:

 Só retornaremos após a negociação dos dias parados! Não é hora de recuar. O que garante nossa capacidade de negociação é justamente a manutenção da categoria na posição de greve.

 No dia 30, de acordo com o secretário da Educação, funcionários(as) da Fazenda e do Planejamento retornam do recesso. A partir desta data, o Comando de Greve pode ser chamado para negociar. Caso contrário, faremos uma nova auto-agenda na Seduc no dia 2.

 Cabe esclarecer que todas as medidas judiciais cabíveis para suspender o corte de ponto já foram tomadas. A Assessoria Jurídica do CPERS ingressou com recurso no TJ para garantir o direito ao salário. O tribunal está em recesso até o dia 21 de janeiro e não podemos contar com um desfecho rápido do julgamento do Pleno.

 Portanto a categoria precisa se manter mobilizada nas ruas e nas comunidades escolares para demonstrar que não aceitaremos este ataque cruel ao direito mais fundamental: o de lutar por nossos direitos.

 É importante que os CPMs e os Conselhos Escolares enviem e-mails e pressionem a SEDUC, a Casa Civil, os vereadores(as) e deputados(as) para que o governo negocie o acordo de greve.

 Repudiamos o tratamento dado aos educadores(as) e servidores(as) pelo governo Leite em pleno período festivo. Quem presta serviços à população do nosso estado – que honra seus compromissos e paga seus impostos – está sem salário enquanto sonegadores(as) celebraram um farto natal e, provavelmente, terão um próspero ano novo.

 A nós cabe lutar para preservar nossos direitos duramente conquistados. Seguimos mobilizados para derrotar o pacote e defender a própria existência da escola pública.

 Apesar do recesso dos funcionários(as) do CPERS, o Comando de Greve as direções dos Núcleos seguem ativos e à disposição da categoria através do contato direto. Qualquer novidade quanto à negociação será comunicada imediatamente.

🔔 Comando Estadual de Greve do CPERS, 27/12/2019.

Notícias relacionadas