Em carta, Secretários de Saúde pedem toque de recolher nacional e fechamento de escolas, bares e praias


O Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) divulgou, nesta segunda-feira (1), uma carta com sugestões de medidas urgentes contra o iminente colapso das redes pública e privada de saúde do país.

Diante do preocupante aumento dos casos de Covid-19 no Brasil, a entidade pede maior rigor nas medidas de restrição das atividades não essenciais e o reconhecimento do estado de emergência para garantir a adoção de todas as medidas assistenciais necessárias ao enfrentamento da crise.

Dentre as propostas apresentadas pelo Conass está a  suspensão das atividades presenciais de todos os níveis da educação do país.

O documento também pede a viabilização de recursos extraordinários para o SUS com aporte imediato aos Fundos Estaduais e Municipais de Saúde, entre outras medidas.

A carta do Conselho chega no momento em que o país bate recordes consecutivos de mortes e casos, e do alarmante descaso do governo federal e do presidente Bolsonaro com a situação. 

Confira abaixo a íntegra do documento: 

Imagem destaque: Flávio Dutra/UFRGS

Notícias relacionadas