CPERS recebe apoio e solidariedade dos professores da rede privada por meio do Sinpro/RS


Em visita ao CPERS na tarde desta quarta-feira (4), representantes da direção do Sinpro/RS, entidade que representa os professores do ensino privado do Rio Grande do Sul, entregaram uma carta de apoio a causa dos educadores estaduais.

Os diretores Cecília Faria, Marcos Fuhr e Cássio Bessa, foram recebidos pela presidente do CPERS, Helenir Aguiar Schürer e formalizaram repúdio aos constantes ataques de Eduardo Leite à escola pública.

“Estamos todos juntos nesta causa, porque Eduardo Leite não está somente atacando a escola pública, ele ataca a educação gaúcha como um todo. Com seu pacote, ele comprometerá ainda mais o interesse pela atividade docente, empobrecendo o processo educativo da escola pública. Não podemos permitir.”, enfatizou o diretor Marcos Fuhr.

Para Helenir, o apoio que o CPERS vem recebendo é fundamental para fortalecer a justa luta dos educadores gaúchos.

“Essas manifestações demonstram que a greve extrapolou os muros das escolas e sensibilizou toda a sociedade sobre a nossa realidade. O governo quer tirar o pouco que temos e parece não se importar com o aprofundamento da nossa miséria. Receber o apoio de vocês nos fortalece para seguirmos firmes na luta”, declarou Helenir.

Além da carta, a instituição vem abertamente declarando repúdio aos constantes ataques de Eduardo Leite à educação pública estadual, desde a semana passada um spot de rádio vem rodando nas principais rádios do estado e um anúncio foi publicado no jornal Correio do Povo.

Notícias relacionadas