CPERS irá exigir o pagamento dos dias de greve


Na próxima segunda-feira, dia 28, a Direção Central do CPERS irá a Secretaria Estadual de Educação exigir do secretário Vieira da Cunha que os dias de greve, paralisações e períodos reduzidos não sejam descontados dos educadores. Na última quarta-feira, dia 23, a Direção Central do Sindicato entregou ao secretário um ofício com a solicitação.
Na ocasião, Vieira afirmou que repassaria a reivindicação ao governador José Ivo Sartori. A presidente do CPERS, Helenir Aguiar Schürer, destacou que só ocorrerá recuperação das aulas se não tiver corte dos pontos.
Caso não haja garantia de que os dias de greve não serão descontados, o Sindicato entrará com mandado judicial contra o governo.

Notícias relacionadas