Mobilização dos educadores inicia às 8 horas


O CPERS convoca a todos os educadores para estarem na Assembleia Legislativa na próxima terça-feira, dia 13, a partir das 8 horas, para visitar os gabinetes dos deputados pedindo o voto contrário ao PL 336/2015, o qual prevê a redução das Requisições de Pequeno Valor – RPVS de 40 para sete salários mínimos (de (R$ 31.520,00 para R$ 5.516,00). E, à tarde, acompanhar a sessão plenária, na qual deve ir à votação este PL.
No último dia 06, devido à pressão do Movimento Unificado dos Servidores Públicos Estaduais, o qual integra 44 entidades, entre elas o CPERS, e agora também com o apoio da OAB/RS, a votação do projeto foi adiada para a próxima semana. Por isso, é fundamental dar continuidade as conversas com os parlamentares pedindo o voto contrário a este PL e durante a sessão plenária mostrar a força da unidade dos servidores gaúchos e exigir que o PL 336 não seja aprovado.
“Este projeto é inconstitucional, é um verdadeiro calote à população. Precisamos lotar as galerias e mostrar, mais uma vez, a nossa força”, destaca a presidente do CPERS, Helenir Aguiar Schürer.
Nesse dia, conforme deliberado no Conselho Geral do Sindicato, será dia de greve nas escolas estaduais.

Notícias relacionadas