Salário em conta-gotas: governo promete para hoje mais uma parcela


Seguindo a política de gerar insegurança e instabilidade aos educadores e demais servidores públicos, o governo Sartori deve depositar hoje, dia 07, mais uma parcela de R$ 400,00 por matrícula, referente aos salários de fevereiro. Se o valor for depositado nesta segunda, e somando as parcelas depositadas ao longo da última semana, somente hoje o governo integraliza o pagamento dos salários dos educadores com vencimento líquido de até R$ 3.050,00. Para aqueles que recebem acima deste valor, será preciso aguardar até o dia 15 deste mês para receber o salário de forma integral, conforme afirmação da Secretaria da Fazenda.

Não há trabalho parcelado. Salário integral é direito nosso e dever do Estado
Desde a semana passada, o governo vem depositando o salário de fevereiro, do funcionalismo público, de forma parcelada. No dia 29, foi depositado R$ 1.750,00 pela manhã, no decorrer do dia houve mais dois depósitos, de R$ 250,00 e R$ 300,00. Dois dias depois, houve os depósitos de mais R$ 350,00. “Não trabalhamos parcelado. Diariamente os educadores deste Estado dedicam-se a oferecer uma educação de qualidade, muitas vezes, inclusive, sem a estrutura adequada. Por isso, a importância de todos participarem das nossas próximas mobilizações nos dias 15, 16 e 17 de março, com a Greve Nacional da CNTE, e no dia 18 a nossa Assembleia Geral que definirá os rumos da nossa greve”, destaca a presidente do CPERS, Helenir Aguiar Schürer.

Greve Nacional da Educação: dias 15, 16 e 17 de março
Nesses dias vamos fechar as escolas e novamente ir às ruas exigir os nossos direitos:
-Pelo cumprimento da Lei do Piso;
-Contra a terceirização;
-Contra a entrega das escolas às organizações sociais (OSs);
-Contra o parcelamento dos salários;
-Contra a militarização de escolas públicas;
-Contra a reorganização das escolas.

Assembleia Geral do CPERS
Dia: 18 de março
Horário: 12h30min primeira chamada
Local: Gigantinho, Porto Alegre

Notícias relacionadas