Há 89 anos, mulheres brasileiras conquistavam o direito ao voto


Há 89 anos, as mulheres conquistavam o direito ao voto. Esse importante direito foi conquistado em 24 de fevereiro de 1932, durante o governo Getúlio Vargas. A luta começou em 1891, mas só entrou na Constituição de 1934.

Porém, na época, somente as mulheres casadas com autorização do marido e as viúvas ou solteiras com renda própria poderiam votar. Somente em 1934, o direito ao voto foi estendido a todas as mulheres. E só em 1946 a obrigatoriedade foi estendida a todas.

Entre as brasileiras cujos nomes precisam ser lembrados por essa vitória estão Leolinda Daltro, Bertha Lutz e Celina Guimarães Viana.

A presença de mulheres em espaços de decisão e poder é de fundamental importância para a efetivação da democracia brasileira. No entanto, o país ainda conta com baixa participação das mulheres na política.  A presença das mulheres negras nesses espaços é ainda menor.

Nos anos 2000, o eleitorado feminino superou o masculino no Brasil. E 2015, a presidente Dilam Rousseff sancionou a data comemorativa como Dia da Conquista do Voto Feminino no Brasil.

Ainda há muito o que conquistar. É preciso avançar muito para que a conquista da igualdade de direitos por gênero e raça se estabeleça de fato e se possa chamar o sistema político e social brasileiro de verdadeiramente democrático e justo.

 

Notícias relacionadas