Educadores: exijam dos deputados que votem contra o pacote do governo Sartori


Para impedir que o pacote de maldades do governo Sartori seja aprovado pela Assembleia Legislativa, o CPERS, junto ao Movimento Unificado dos Servidores – MUS, demais trabalhadores e estudantes, está desde a semana passada em vigília em frente ao Palácio Piratini. Todos os dias há atividades que reforçam a importância de barrar o pacotaço do Sartori. O Sindicato age também junto aqueles que tem papel fundamental nesta decisão: os deputados. Por isso, a ida aos gabinetes dos parlamentares para exigir que digam NÃO ao pacote de Sartori é constante.
No dia 24 de outubro, a Direção Central do CPERS enviou correspondência aos 42 Núcleos do Sindicato orientando para que mandassem 2 representantes por Núcleo para reforçar a pressão aos deputados, além de orientar para que façam pressão na cidade base dos deputados.
Os educadores também podem enviar e-mail aos deputados exigindo a reprovação do pacote (veja lista de e-mails aqui).
“Agora é fazer toda a pressão possível. Vá ao núcleo, informe-se da programação, participe! Dia 8, todos na Assembleia Geral! Vamos mostrar a força da nossa mobilização”, reforça a presidente do CPERS, Helenir Aguiar Schürer.

 

Notícias relacionadas