Educadores, estudantes, centrais sindicais e CNTE convocam atos em defesa da democracia nesta quinta (11)


A resposta às ameaças de golpe à democracia brasileira lideradas pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), que ataca o sistema eleitoral e os ministros das cortes superiores, e contra sua política de desmonte de direitos e incentivo à violência será dada nas ruas de todo o país, nesta quinta-feira (11).

Em um chamado em defesa da democracia e por eleições livres, entidades estudantis, centrais sindicais e a CNTE convocam a população para  participar dos Atos em Defesa da Democracia, do Sistema Eleitoral Brasileiro e por Eleições Livres.

As mobilizações serão realizadas no Dia do Estudante e na mesma data a Carta aos brasileiros(as) em defesa do Estado Democrático de Direito será lida na faculdade de Direito da UFRGS. 

Em Porto Alegre, o ato está marcado para as 8h, com concentração em frente ao Colégio Júlio de Castilhos, o Julinho.

Até o momento, o documento já conta com mais de 1 milhão de assinaturas e foi redigido em resposta à reunião de Jair Bolsonaro (PL) com embaixadores(as) de vários países, ocasião em que o presidente e pré-candidato promoveu um show de desinformação e ataques ao sistema eleitoral.

A retomada das manifestações populares nas ruas é parte de uma grande frente de toda a sociedade contra os constantes ataques à ordem democrática no Brasil.

O CPERS ressalta que esta é a oportunidade da categoria dar um basta na política de ódio do governo Bolsonaro e também denunciar as políticas desastrosas do governo Eduardo Leite/ Ranolfo Vieira Júnior (PSDB) aos educadores(as) e à educação gaúcha.

“Participaremos da mobilização nacional em defesa da democracia e das eleições livres. Reuniremos com o movimento estudantil, os movimentos sociais, as centrais sindicais e, principalmente, com a cidadania brasileira que quer encontrar nas urnas um caminho para discutir o presente e o futuro do país”, destaca o presidente em exercício do CPERS, Alex Saratt.

Confira os locais dos atos pelo Brasil:

AL 

Maceió: Praça Centenário, 8h

AM 

Manaus: Praça da Saudade, 15h

BA

Salvador: Praça do Campo Grande, 9h

CE

Fortaleza: Praça da Bandeira, 9h

DF

Brasília: Congresso Nacional, 15h

ES

Vitória: Praça Costa Pereira, 10h

GO

Goiânia: Praça Universitária, 17h

MA

São Luís: Praça Deodoro, 16h

MG

Belo Horizonte: Praça Afonso Arinos, 17h

MS 

Campo Grande: Câmara Municipal, 10h.

PB

João Pessoa: Lyceu Paraibano, 14h

PE

Recife: Rua da Aurora, 15h

PI

Teresina: Praça Rio Branco, 8h30

PR

Curitiba: Praça Santos Andrade, 18h30

Cascavel: Redondo da Unioeste, 11h30

Londrina: Calçadão do lado do BB, 17h00

RJ

Rio de Janeiro: Candelária, 16h

RN 

Natal: Midway, 14h30

RS

Porto Alegre: Colégio Júlio de Castilhos, 8h  

SC

Florianópolis: Praça da Alfândega, 17h

SP

Santos: Praça dos Andradas, 10h

São Paulo: MASP, 17h

Ribeirão Preto: Esplanada do Teatro Pedro II, 17h

Notícias relacionadas